segunda-feira, 2 de maio de 2011

Semana Santa

Pera um pouco: como assim eu não falei da minha Semana Santa? =O
Bem, primeiro deixa eu explicar um pouco sobre esse feriado na minha vida né? Seguinte:
Meu vô Quincas faz aniversário no começo de abril, logo, aproveitávamos o feriado da semana santa para ir à Monteiro-PB comemorar mais um ano de vida (e ele viveu um bocado viu?). E por ser aniversário dele era mais fácil a família "toda" ir para Monteiro nesse feriado do que no São João, por exemplo, quando a situação financeira ou de trabalho não permitia ir nos dois, previamente definido próximo do carnaval pelo povo daqui de casa (eu tive muita sorte porque por anos eu pude ir à Monteiro no carnaval, semana santa, são joão, férias de julho, 7 de setembro, 15 de novembro e o que mais aparecesse!).
Bom, com o tempo as idas passaram a ser menos frequentes e com o falecimento deles menos ainda... só que esse ano o feriado da semana santa foi mais diferente do que eu poderia imaginar: eu fui pra São Paulo com meu pai, Bel, Duda e minha vó Sylvia. Acho que se alguém lê essa bagaça vai lembrar que eu comentei que esse ano foi a primeira vez que estive em São Paulo com meu pai, então avalie que eu nunca fui pra lá com minha madrasta e minha irmã (com minha vó sim, mas era muito pequena e nem me lembro direito). Então quando voltei de São Paulo tinha decidido que mataria a saudade de Monteiro muito em breve, já que tinha perdido o carnaval de Recife mesmo... mas num foi assim ó?!
E lá vai eu de volta pra São Paulo, dessa vez pra curtir minha irmã, Bel, painho e vovó. Quase transformamos o avião num itapemirim da vida (ténquil for tchuzim Tám), dormimos pouco, comemos bem (muito não que tô de dieta), rimos aos litros, falamos como se tivéssemos bebido água de chocalho e ainda bem que eram só quatro dias porque no final já estávamos enjoando um da cara do outro! (mentira mas vocês entenderam né?)
Além da festa na quarta-feira 20, na Granja Viana com a família Calheiros Antunes chique internacional (parte mora na Suíça, parte nos EUA e parte na Inglaterra, e parte no Brasil), teve Frangó, exposição de M. C. Escher no CCBB, pizza (2 vezes), jantarzinho, yogoberry, Studio SP, Benedito Calixto e até encontro de fafirianos em pleno Higienópolis (cuidado, há um plano de dominação mundial montado por funcionários e ex-funcionários de lá viu?)
Mas ó, São João é em Monteiro mesmo que num sou de ferro não! 

Um comentário:

Cucchiaio pieno disse...

Menina sumida!
Fiquei muito feliz com a tua visita.
Um grande abraço
Léia